FEIMEC 2018 — Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos

A FEIMEC - Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos, uma iniciativa da ABIMAQ e das principais entidades do setor metal mecânico.

FEIMEC is part of the Global Exhibitions Division of Informa PLC

This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 3099067.

Informa

FEIMEC espelha momento de recuperação da indústria, atrai compradores internacionais e promove negócios

24/05/2016

O Projeto Comprador, organizado pelo Programa Brazil Machinery Solutions, parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a ABIMAQ, reuniu 17 compradores do exterior e movimentou negócios de mais de mais de US$ 10,5 milhões.

A FEIMEC promoveu o debate de grandes temas, tendências e desafios da indústria de bens de capital mecânicos. Foram 17 horas de produção de conteúdo.

Grande estrela da FEIMEC, a demonstração da Manufatura antecipou o futuro ao apresentar o funcionamento de uma linha de produção autônoma e inteligente.

 

Considerando o cenário atual de retração do consumo e da atividade industrial, organizadores e expositores avaliam positivamente esta edição inaugural em termos de visitação e realização de negócios imediatos e futuros. “Não se pode comparar os resultados da FEIMEC com os da última feira do setor, realizada em 2014. Nesses dois anos houve um aprofundamento da crise econômica”, lembra Marco Basso, presidente da Informa Exhibitions Brasil. “Temos certeza que em 2018 o Brasil estará mais fortalecido e nossa expectativa é que a FEIMEC cresça pelo menos 30% e dobre a visitação para a próxima edição”.

Carlos Pastoriza, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, destaca que a feira aconteceu num momento fundamental para a recuperação do ambiente econômico, tendo em vista a definição do cenário político. “A FEIMEC projeta um novo ciclo de crescimento e de retomada dos investimentos. Ela representa um novo modelo de evento de negócios para a indústria de máquinas e equipamentos, em que o foco está nas necessidades dos expositores, no desenvolvimento do setor e na inovação tecnológica.”

Coordenador da Comissão dos Expositores, o diretor da Metalplan, Edgard Dutra, conta que o retorno que recebeu dos expositores foi o melhor possível. “Os negócios realizados foram promissores. A FEIMEC sinalizou uma nova diretriz, um novo vetor para as feiras de máquinas e equipamentos”, relata. Segundo Dutra, a aprovação das novíssimas instalações do São Paulo Expo, inaugurado pela FEIMEC, foi unanime. “Só ouvi elogios sobre a estrutura e a organização como um todo.”

Patrocinadora da feira, a ROMI considera que sua participação atingiu a expectativa em termos de visitação de clientes no estande e vendas imediatas. Porém, o que mais chamou a atenção do CEO da empresa, Luiz Cassiano Rosolen, foi o incremento de oportunidades futuras. “Nós notamos que muitos clientes estão dispostos a voltar a investir e desengavetaram projetos. Temos várias visitas agendadas e muito trabalho pelas próximas semanas.”

A FEIMEC reuniu 500 marcas expositoras nacionais e internacionais. Entre elas estiveram os principais players dos diversos segmentos que compõem a indústria de bens de capital mecânico: Automação e Robótica, Compressores, Impressão 3D e Manufatura Digital, Metrologia Industrial e Medição, Acionamentos, Redutores e Motores, Tecnologias Industriais de Ponta, Máquinas-Ferramenta, Máquinas de Corte e Conformação, entre outros.

Durante quatro dias, a feira recebeu a visitação de 33.400 executivos, engenheiros, compradores, técnicos, outros profissionais do setor e estudantes. Grandes empresas compareceram ao evento para conhecer os lançamentos e fazer negócios como as marcas expositoras, como é o caso da EMBRAER, de praticamente todas as montadoras instaladas no País – GM, Ford, Mercedes Benz, Honda, Hyundai, Volkswagen, Scania, Toyota, Peugeot – e de diferentes setores da economia, como Brinquedos Bandeirante, Caterpillar, Thyssen Krupp, General Eletric, Rhodia, Nestlé, Electrolux.

 

Expectativas superadas

“Embora seja a primeira edição, a FEIMEC excedeu nossas expectativas. Na comparação com outras feiras das quais participamos, notamos aqui um público mais direcionado a buscar soluções. Teremos semanas de trabalho para atender esses contatos iniciados no evento”, contabiliza Edouard Mekhalian, diretor da Kuka Roboter.

Francisco Nakasone, gerente Comercial da Mazak, sai da FEIMEC com a mesma avaliação: “A feira superou nossas expectativas em termos de visitação. Recebemos no estande profissionais de todos os lugares do Brasil e outros países, como Peru, Argentina e Japão. Fomos convidados a participar dessa nova empreitada desafiadora e, no final, o saldo está sendo positivo”.

André Machado, assistente comercial da MCM, relata que a empresa está satisfeita com as oportunidades apresentadas pela FEIMEC. “Não só recebemos clientes e prospectamos novos fabricantes, como também iniciamos um canal de comunicação com os próprios expositores para futuros projetos em parceria. É um modelo de negócio que não esperávamos desenvolver aqui na feira”, diz.

A Calfran encerrou a FEIMEC com oito máquinas de alto valor agregado vendidas, quantidade que supera as projeções iniciais da empresa. “Não esperávamos efetivar este volume de vendas por conta do momento de retração da economia. Entretanto, os visitantes que compareceram ao evento estavam determinados a comprar ou iniciar projetos, e isto é extremamente positivo para nós, expositores”, analisa Tiago Juste, diretor Técnico da fabricante. “Quem veio, veio em busca de novidades e soluções para otimizar processos”, complementa.

Para Leonardo Ventura, analista de Marketing da Hexagon, o investimento da FEIMEC em inovação tecnológica amplificou o networking. “Realizamos fortes contatos, especialmente por conta da apresentação da Manufatura Avançada, e enxergamos parte do público visitante do estande como possíveis clientes. Por se tratar da primeira edição, vejo nossa participação com sucesso”, comemora.

Na avaliação de João Guerreiro, representante comercial da Mausa, a FEIMEC serviu como uma grande vitrine para apresentar ao mercado a nova linha de equipamentos de máquinas-ferramenta da marca. “Conversamos com quem decide, com quem compra efetivamente. Pudemos demonstrar nossos equipamentos de grande porte e abrir portas para projetos futuros.”

Com noves máquinas vendidas e diversos outros projetos iniciados durante o evento, a Franho tem muitos motivos para enxergar a FEIMEC como um importante propulsor de negócios. “Sem dúvida, esta feira passou a fazer parte da nossa agenda comercial. Já no começo desta semana, temos reuniões marcadas para a implementação de soluções em clientes que prospectamos no evento”, aponta Luciano Maia Costa, gerente de Atendimento.

 

Negócios internacionais

A FEIMEC foi palco da 1ª Rodada Internacional de Negócios, que possibilitou que compradores de diferentes países do mundo estivessem reunidos com representantes da indústria brasileira de máquinas e equipamentos para conhecer seus produtos.

O resultado, entre negócios fechados e futuros, atingiu o valor ainda parcial de US$ 10,5 milhões, e abriu frentes para que novos importadores conheçam os produtos e fábricas brasileiras do setor.

A Rodada Internacional de Negócios recebeu 17 compradores estrangeiros, vindos da África do Sul, Cazaquistão, Chile, Colômbia, México, Egito, Peru, Quênia e Rússia, que estiveram reunidos com cerca de 40 empresas nacionais fabricantes de máquinas e equipamentos.

Foram realizadas mais de 250 reuniões, pré-agendadas a partir de um longo trabalho que incluiu o cruzamento de informações entre empresas brasileiras e estrangeiras, onde foram identificados os interesses e necessidades de produtos e mercados.

A ação de promoção comercial, denominada Projeto Comprador, foi organizada pelo Programa Brazil Machinery Solutions, uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a ABIMAQ.

 

Visitantes satisfeitos

Segundo Raphael Palmieri, convidado pela expositora Thermoval, a FEIMEC mostrou já na primeira edição seu poder de fogo, reunindo em um único só lugar os grandes players do setor. “Todas as novidades em equipamentos e maquinários para a indústria estão aqui. A feira conseguiu trazer os fabricantes que são referência, antecipando as tendências. Prova disso é a demonstração in loco de Manufatura Avançada, que nos dá a projeção do que é a Indústria do Futuro”, comenta.

Orípede Cilento Filho, cliente da Compair, veio em busca de novidades em soluções de trocas de calor e tecnologias de segurança para a operação de máquinas. Além de conferir os lançamentos, o que chamou sua atenção foi a infraestrutura do recém-inaugurado São Paulo Expo, que figura como o mais moderno centro de exposições da América Latina. “Muitos comentavam que o projeto da reforma era realmente grandioso, mas confesso que não imaginava que chegariam a este nível em tão pouco tempo. É uma estrutura de primeiro mundo, tanto no aspecto de organização, como acabamento, acesso e arquitetura. Fiquei impressionado com a modernidade.”

Na opinião de Sleimen Bedran, da RB Cortes e convidado da Franho, a feira chamou a atenção pelas novidades em automatização para o segmento metalúrgico, com destaque para o robô da Calfran para corte a plasma. “Esta solução tem alta tecnologia agregada e um investimento acessível. Vale ressaltar que a vantagem de participar de uma feira como esta é a possibilidade de conhecer os equipamentos das empresas menores. Vi alguns produtos bem diferenciados e com um ótimo custo-benefício em estandes de fornecedores até então pouco conhecidos.”

 

Conteúdo profissional

Dentro da proposta de representar uma ferramenta efetiva de desenvolvimento tecnológico e comercial do setor, a FEIMEC promoveu o debate dos grandes temas, tendências e desafios da indústria de bens de capital mecânicos. Foram 17 horas distribuídas entre o Seminário de Manufatura Avançada, o VI Simpósio Internacional de Excelência em Produção, Seminário Oil & Gas Day, Seminário de Eficiência Energética ISO 50001 – Gestão de Energia e o Workshop Eolic Day.

Cada um desses encontros reuniu as principais autoridades governamentais, entidades reguladoras e empresas públicas e privadas que são referência nos respectivos temas. A Arena Técnica complementou a programação com 21 horas de palestras voltadas à capacitação e atualização profissional, em que foram apresentados conceitos técnicos e práticos da indústria.

 

Antecipando o futuro

Grande estrela da FEIMEC 2016, a demonstração da Manufatura Avançada chamou a atenção de todos os visitantes que passaram pelos corredores da feira. Iniciativa exclusiva e inédita no Brasil, a fábrica inteligente antecipou o futuro ao apresentar o funcionamento de uma linha de produção autônoma e inteligente.

Formada por seis robôs integrados com centros de usinagem e equipamentos de gravação a laser, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Identificação por Radiofrequência (RFID), Big Data e outros recursos, a demonstração de Manufatura Avançada trabalhou ininterruptamente durante os cinco dias da feria. Os visitantes puderam acompanhar ao vivo e gratuitamente o processo de fabricação de um acessório para escritório que une as funcionalidades de porta-lápis e porta-celular.